Blog

Se você é fã de um bom carpete mas têm dúvidas sobre a escolha deste produto, seguem algumas dicas deste excelente revestimento, muito aconchegante, sofisticado e redutor de ruídos.

A melhor manutenção para o carpete é a aspiração, cuja freqüência dependerá do local onde o carpete esteja instalado.

Vale lembrar que existe o “mito” de que carpetes são causadores de alergia. Na verdade não é o carpete e sim a poeira acumulada no produto que causa alergia. Pelo fato do carpete ser um produto no qual a poeira não é tão visível quanto em outros revestimentos, os usuários não efetuam a limpeza com a freqüência adequada.

Atualmente existem excelentes carpetes, com tratamento na superfície e na base que evitam a ploriferação de fungos e bactérias e fibras especiais que facilitam a remoção da poeira. Você talvez já tenha ouvido falar em carpetes anti-alérgicos – são exatamente estes carpetes com tratamentos especiais. Mas não esqueça: somente a aspiração é eficiente para evitar problemas alérgicos.

Em alguns modelos já é possível a utilização de água sanitária diluída em 50% de água pura para limpeza de manchas diversas (desde café até vinho) sendo fantástica a facilidade da remoção da mancha mesmo em carpetes claros. Mas cuidado, não são todos os carpetes que possuem esta característica. Verifique com nosso consultor de vendas quais são os modelos ( a remoção das manchas com a mistura citada, deverá seguir a orientação do fabricante do carpete).

Apresentamos a seguir algumas dicas para remoção de manchas em carpetes comuns:

Açúcar: Aplique água morna e enxugue com pano branco limpo.
Balas, doces: Aplique glicerina, como segundo passo aplique a receita doméstica(*) e por último enxugue com pano branco limpo.
Batom: Retire o excesso com espátula, aplique benzina, como terceiro passo aplique a receita doméstica(*) e enxugue com pano branco limpo.
Sorvetes, frutas: Aplique a receita doméstica(*), como segundo passo aplique água morna e por último enxugue com pano branco limpo.
Ceras e polidores: Aplique amoníaco diluído.
Chicletes: Aplique amoníaco diluído.
Colas: Aplique tira-manchas, como segundo passo aplique a receita doméstica(*) e por último enxugue com pano branco limpo.
Cosméticos: Aplique tira-manchas, como segundo passo aplique a receita doméstica(*) e por último enxugue com pano branco limpo.
Gelatina: Aplique tira-manchas, como segundo passo aplique a receita doméstica(*) e por último enxugue com pano branco limpo.
Graxa de sapato: Aplique amoníaco diluído, como segundo passo aplique a receita doméstica(*) e por último enxugue com pano branco limpo.
Lama: Aplique sabonete neutro, como segundo passo aplique água morna e por último enxugue com pano branco limpo.
Leite: Aplique água morna, como segundo passo aplique sabonete neutro e por último enxugue com pano branco limpo.
Óleos e gorduras: Aplique benzina, por último aplique água morna.
Ovos: Aplique tira-manchas, como segundo passo aplique a receita doméstica(*) e por último enxugue com pano branco limpo.
Perfume: Aplique a receita doméstica(*) e por último enxugue com pano branco limpo.
Sangue: Aplique a receita doméstica(*) e por último enxugue com pano branco limpo.
Tintas, piches, esmaltes: Retire o excesso com espátula e aplique benzina.
Urina: Aplique a receita doméstica(*) e enxugue com pano branco limpo.
Vômito: Aplique a receita doméstica(*) e enxugue com pano branco limpo.

(*) RECEITA DOMÉSTICA:
– 1 litro de água morna,
– 1 colher das de sopa de vinagre branco,
– sabão neutro.

Para tapetes desenhados, usar a receita doméstica em 1º lugar, seguido de limpeza com benzina, sempre com pano branco e limpo.

Fonte: TABACOW