Blog

Conheça as vantagens do Drywall

Vantagens do Drywall

Você sabe o que é Drywall? É uma expressão que significa parede seca. Ou seja, são estruturas feitas com chapas de gesso fixadas em estrutura de aço galvanizado. Elas substituem as construções convencionais como a de alvenaria, que necessitam de argamassa para fixação. Pode ser feita para construção de paredes, revestimentos e tetos.

O Drywall é mais leve e possui espessura menor do que uma parede convencional. São indicados apenas para ambientes internos. Conheça abaixo as vantagens do Drywall para a construção civil, seja ela residencial ou comercial.

1) Montagem rápida e limpa
Se você quer uma obra / reforma / construção com pouco entulho, o Drywall é uma ótima pedida. Uma parede divisória, por exemplo, fica pronta em até 48h, dependendo da sua complexidade. E esse prazo parede já com todos os acabamentos, pronta para receber a pintura final.

2) Decoração criativa
Os materiais do Drywall permitem decorações criativas com o uso de curvas e recortes diferentes. As paredes convencionais não possuem essa flexibilidade, com seus blocos e tijolos.

3) Fácil manutenção
Os consertos também são facilitados pelo Drywall. É possível recortar um pequeno local da chapa para efetuar o trabalho e depois fechá-lo, com um profissional especializado.

4) Qualidade de acabamento
O Drywall possui aceitação de qualquer tipo de acabamento: sejam eles azulejos, pintura, textura, mármore, granito, papel de parede, entre outros.

5) Isolamento de ruído
O Drywall isola o som do ambiente e deixa o local com uma acústica confortável.

6)
Como falamos acima, o Drywall possui uma espessura menor do que a parede convencional, proporcionando um maior espaço no ambiente.

Conheça o trabalho da Bellage – paredes Drywall

A forma de montagem e os componentes utilizados permitem que a parede seja configurada para atender a diferentes níveis de desempenho, de acordo com as exigências ou necessidades de cada ambiente em termos mecânicos, acústicos, térmicos e de comportamento frente ao fogo.
Para isso, deve-se especificar:

• a espessura dos perfis estruturais (48, 70 ou 90 mm);
• o espaçamento entre os perfis verticais ou montantes (400 ou 600 mm, em paredes retas; em paredes curvas, o espaçamento é menor, variando em função do raio de curvatura);
• se a estrutura é com montantes simples ou duplos e se estes são ligados ou separados;
• o tipo de chapa (Standard = ST; Resistente à Umidade = RU; ou Resistente ao Fogo = RF);
• a quantidade de chapas fixadas de cada lado (uma, duas ou três);
• o uso ou não de lã mineral ou de vidro no interior da parede.